AUMENTE SUA AUTOESTIMA EM 30 DIAS!


A psicoterapeuta americana Jennice Vilhauer diz que a coisa que seus pacientes mais têm em comum é a luta contra a baixa autoestima. Independentemente de qual situação de vida eles trazem para ela, o problema de autoestima é o cerne de todos os outros. Os pacientes se fixam nas suas características desfavoráveis e isto traz consequência para todos os aspectos de suas vidas. É uma tendência natural do cérebro deixar pra trás o positivo e só dar destaque ao negativo.



“Se você treinar o seu próprio preconceito a respeito de si mesmo, isso vira um processo automático,” diz Vilhauer. “Quando você pensa apenas sobre o que você não gosta em você, isto se torna mais ativo em seu cérebro e consequentemente mais acessível”.

Vilhaeur é diretora de um Programa Ambulatorial de Psicoterapia, em Atlanta, na Georgia. Ela aplicou aos pacientes uma “lição de casa” e afirma que depois de concluída, em um mês, a autoestima deles melhorou significativamente, já que o objetivo aqui é treinar o cérebro para focar os atributos positivos.

Eis o exercício:

– Deixe um bloco de papel ao lado da cama e todas as noites antes de ir dormir, anote três coisas que você gostou em você mesma naquele dia.

– Ao acordar, leia a lista antes de sair da cama.

– Continue adicionando 3 coisas novas a sua lista todas as noites para mantê-la crescente e no dia seguinte, ao acordar, leia toda a lista.

– Faça isso todos os dias durante 30 dias.

A ciência por trás do exercício é que ao longo do tempo, a pessoa passa a ficar procurando coisas boas sobre si mesma durante o dia para ter o que acrescentar à lista. E o que começa a acontecer é que o cérebro não tem como se agarrar a pensamentos negativos automaticamente.

Pessoas com baixa autoestima podem receber muitos elogios em um dia, mas uma crítica basta para elas se concentrarem apenas nisso. Com este exercício as pessoas estão em sintonia com as coisas positivas sobre si mesmas e desse modo se sentem mais confiantes para aceitar elogios. Em última análise, se o exercício for levado a sério, a terapeuta garante que ele pode reconectar o cérebro com uma maior autoestima.

No YouTube, é possível identificar um monte de gente, a maioria mulheres, que está aplicando o exercício e filmando dia a dia o desafio chamado de “30 Days to Self Love” (“30 Dias de Amor Próprio”). É claro que ninguém precisa fazer isso e sair filmando. Mas uma dessas mulheres, Christine Medina, uma coach em estratégica pessoal, que mora em Los Angeles, também publicou sua experiência diária no YouTube e eis o que ela diz a respeito: “Ter uma lista do que você ama, no momento de se preparar para um novo dia, definitivamente me deu energia”.

Este texto é uma tradução livre do texto em inglês: “Can this nightly ritual really boost your self esteem in 30 days? Let’s try it”, publicado no Washington Post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *